Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

FERNANDO ALAGOA

Blogue Oficial

FERNANDO ALAGOA

Blogue Oficial

29
Jan18

Sinopse Filhos de Oríon

O filósofo grego Platão (418 a 347 a. C.) faz uma primeira referência à Atlântida nos seus diálogos Timeu-Crítias, situando-a em frente às Colunas de Hércules.

Cabo Espichel, 1215. É descoberto um dos objectos mais relevantes para a epopeia dos descobrimentos.

Em 1315, D. Dinis transfere os bens dos Templários portugueses para a coroa e transforma a Ordem do Templo na Ordem dos Cavaleiros de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Cabo Espichel, 1955. Um Professor de Coimbra visita o santuário e faz uma descoberta pela qual dará a sua vida.

Lisboa, 1960. O Padrão dos descobrimentos é reconstruído.

Coimbra, 2013. Simão e Clara, protagonistas de Os Senhores do Universo e o Milagre de Fátima, regressam nesta empolgante aventura, 50 anos depois, para ajudarem a decifrar o maior enigma de sempre.

Amesterdão, 2013. George Mckenzie, português, cientista e investigador na ESA, faz uma descoberta que irá originar o seu assassinato.

Amesterdão, 2013. Um homem é salvo por um ser misterioso. Anjo ou demó­nio é o que mais tarde irá descobrir.

Lisboa, 2013, um jovem bancário encontra uma versão desconhecida de O Mostrengo de Fernando Pessoa.

Que relação existirá entre todos estes acontecimentos? A Atlântida terá mesmo existido? Se existiu onde se localizaria? Que objecto misterioso terá sido des­coberto no Cabo Espichel e em que medida terá influenciado os Descobrimen­tos? Que relação existirá entre o Padrão dos Descobrimentos e um estranho poema de Fernando Pessoa? Qual o papel dos Templários neste segredo?  

Pela primeira vez na história da humanidade serão revelados os mistérios anti­gos e a origem da espécie humana.

Os Senhores do Universo e os Filhos de Oríon são o culminar da epopeia dos nossos criadores e o renascer de verdades adormecidas.

© Fernando Alagoa
Editoras
Leya Escrytos
Alphabetum